Manoela Souza

Mineira do interior de Minas Gerais, Manoela José de Souza, ao deixar o campo para morar na cidade, passou por transições bastante difíceis. Por ter começado a trabalhar muito nova, aprendeu o ofício de plantar, colher, cuidar dos animais domésticos, serviço que fazia com bastante habilidade.

Mesmo morando e trabalhando longe da escola, concluiu a 3ª série, o que deu a ela a oportunidade de lecionar o MOBRAL (Movimento Brasileiro de Alfabetização) e alfabetizar crianças da zona rural. Nesse período, mesmo com pouco estudo, prestou um bom trabalho.

Na cidade, estudou a 4ª série. Trabalhou na pequena mercearia do seu esposo, costurou roupas para a vizinhança, trabalhou em uma lanchonete, prestou serviço como monitora.

Com o passar dos anos, mudou-se para Ceilândia ? DF. Surgiu a oportunidade de fazer oficina de teatro na recém-criada Biblioteca Pública de Ceilândia. Frequentou aulas de teatro do grupo Viva a Vida. Apresentou duas peças teatrais e um performance no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB). Em seguida escreveu o livro Contos da cabrita.

Publicações do Autor