Antonio Coutinho
Antonio Coutinho é natural de Teresina (PI), mas mora em Imperatriz (MA) há mais de vinte anos. O contato com o mundo literário só se deu aos dezesseis quando de uma proposta de atividade escolar. Ler abriu um horizonte de vida insuspeito, o mundo das palavras tornou-se isca para novas descobertas de vida. Tornou-se um leitor ávido. Escrever foi o passo seguinte desse processo. Participou de festivais literários, chegando, inclusive, a obter algumas premiações, entre as quais o Troféu Tasso Assunção (I Festival de Produção Literária dos Alunos do Cefet-Ma/Imperatriz ? 1993 ? 1º lugar ? poesia e 4º lugar ? crônica), Troféu Macunaíma 1993 (IX Festival de Poesia, Crônica e Conto de Imperatriz ? 1º lugar ? crônica) e Troféu Macunaíma 2003 (XIV Festival de Poesia, Crônica e Conto de Imperatriz ? 1º lugar ? conto). É licenciado em Letras e especialista em Teoria Literária. Tem mais de 15 anos de experiência no magistério com o ensino de Língua e Literatura. É professor de Teoria Literária, da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), no Centro de Estudos Superiores de Imperatriz (Cesi). Também é Técnico em Assuntos Educacionais, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Ifma/Campus Imperatriz). Tem dois livros publicados: Osculário (2004), coletânea de contos, e o romance Lago (2007).

Publicações do Autor