Maricélia Carneiro

Barra do Mendes-BA, 16 de janeiro de 1971, nascera aquela que mais tarde se tornaria uma amante pela literatura, e defensora das questões agropastoris, Maricélia Alves Carneiro, filha de agricultores, aos dois anos de idade, mudara com seus pais e irmãos para a cidade de Anísio de Abreu-PI, antigo povoado Tamanduá.

A paixão pela literatura nascera pelo gosto em contemplar as belezas naturais esculpidas pelo pincel do Criador, pois quando ainda menina de olhar aquilino e de pés descalços, mas literalmente firmes no torrão adquirido pelo pai, firmara-se num desejo de representar tudo que via no cenário do sertão nordestino, criando as mais fantásticas histórias.

Embora o destino apresentara à sua vida outras trilhas, como conduzindo-na a outros rumos ou o despertando-na para outras vocações, fizera da sua terra o seu recanto e da literatura o seu encanto, onde pode se expressar de forma profícua, pois hoje com 42 anos, casada e mãe de três filhos, funcionária pública municipal, manifesta através dos seus escritos um tamanho amor ao cenário bucólico, sobretudo à terra, pois é dela também que ainda busca no cultivo um meio de auxiliar no sustento da família.

Publicações do Autor